Buscar
  • Pablo Murta Baião Albino

Como os objetivos e metas podem influenciar nos resultados do negócio?


Os argumentos de que, no século XX as empresas já não logravam mais vantagens competitivas sustentáveis apenas com a alocação rápida de tecnologias, ativos físicos ou a excelência em gestão dos ativos e passivos financeiros (KAPLAN; NORTON, 1997), nos fazem refletir sobre como ser competitivo no século XXI? Como alcançar os resultados nos negócios?

Neste sentido construímos o texto que, além de auxiliar na definição de objetivos e metas, apresentamos a importâncias destas etapas do plano estratégico para alcançar os resultados, seja em um projeto ou em um negócio.

Iniciar um projeto, que seja de fazer atividades físicas, iniciar um negócio, que seja de vender pipoca, sem um objetivo claro, pode fazer com que os esforços sejam direcionados equivocadamente e assim, o projeto ou negócio, não retornarão os benefícios esperados.

Conforme aponta Bomfin et al. (2012), todo projeto precisa ter seu objetivo definido e este será o norteador dos esforços para alcançar os resultados esperados.

Na mesma linha dos objetivos estão a metas. Estas são necessárias para que seja conhecida a direção na qual o projeto vai avançar (RIBAS; HENRIQUE, 2017). Por sua vez, os autores alertam para os cuidados necessários: as metas devem ser factíveis; toda meta deve vir acompanhada de um bom plano de ação; a cultura do acompanhamento sistemático dos resultados e das medidas propostas é o terceiro requisito para o sucesso.

Boas metas são relevantes para qualquer empreendimento, pois estas servem como norteados do plano estratégico e equilíbrio entre as funções (MARTINS, 2018).

Frente aos argumentos apresentados sobre os objetivos e metas, fica evidente que, estes dois pontos (objetivos e metas) influenciam nos resultados de qualquer negócio. A famosa frase do pensador Lewis Carroll “se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve” ilustram com exatidão a relevância destes pontos. Neste sentido, definir os objetivos e metas de um projeto ou de um empreendimento, pode ajudar na coordenação dos esforços, na aplicação dos recursos, quase sempre escassos, e na obtenção dos resultados esperados.

Vale a pena estabelecer diferenças entre os objetivos e as metas. Geralmente os objetivos são abrangentes, estabelecem um propósito, o que você pretende fazer ou alcançar. Já as metas especificam os objetivos, representam os caminhos e prazos para alcançar os objetivos. As metas precisam de orientações para serem implementadas como datas, prazos, porcentagens e números exatos que permitam seu acompanhamento.

Por fim, a comunicação dos objetivos e metas e os relatórios de controle contribuem para o envolvimento da equipe e dá objetividade do projeto (CARVALHO, 2007). Porém este é assunto será abordado em outro texto.

Referências:

BOMFIN, D. F.; NUNES, P. C. DA Á.; HASTENREITER, F. Gerenciamento de projetos segundo o Guia PMBOK: Desafios para os gestores. Revista de Gestão e Projetos, v. 3, n. 3, p. 58–87, 2012.

CARVALHO, G. S. B. Passo a passo do gerenciamento de projetos. Gestão & Tecnologia de Projetos, v. 2, n. 1, p. 124–138, 2007.

KAPLAN, R. S.; NORTON, DA. P. A estratégia em ação: balanced scorecard. 9. ed. Rio de Janeiro: [s.n.].

MARTINS, V. Planejamento 2018: Como estabelecer metas? O papel, p. 33–34, 2018.

RIBAS, A.; HENRIQUE, B. A importância de compartilhar os objetivos. Revista AGAS, ed.322, p. 1, 29 ago. 2017.


21 visualizações

CONTATO

contato@aplconsultores.org     

+55 (31) 99641-1560         

Viçosa, Minas Gerais